sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

PRIMEIRAS NOVIDADES



Marcelo Guimarães Filho foi eleito presidente do Esporte Clube Bahia através das últimas eleições indiretas do clube, pelo menos é o que promete o jovem deputado federal. Em entrevista à rádio Itapoan FM, ontem à noite, Marcelinho falou sobre os principais temas:
DEPARTAMENTO DE FUTEBOL
O ex-dirigente rubro-negro PAULO CARNEIRO já vinha conversando com Gilberto Bastos há um bom tempo e está com tudo praticamente acertado para ser o gestor de futebol do tricolor. Segundo o novo presidente, resta apenas uma conversa para assinar o contrato.
DIVISÕES DE BASE
Está tudo certo para que NEWTON MOTTA seja o nome escolhido para re-estruturar as divisões de base do clube. O contrato deverá ser assinado nos próximos dias
NOVO TÉCNICO
GALO, ex-jogador do Santos, pode ser o novo técnico tricolor. Marcelo Guimarães Filho afirmou que as negociações estão em andamento e que as chances são de 50% para fechar com o treinador nas próximas horas.
REFORÇOS
O primeiro nome a ser anunciado deve ser o do meia RAMON, que estava atuando no Vitória. As partes já acertaram tudo para a assinatura do contrato.

10 comentários:

Anônimo disse...

Em todos os setores as figurinhas carimbadas estão voltando! o CONTINUISMO ficou ainda maior!

Galo --- tecnico mediocre(posudo)

Ramon --- Fim de carreira (rezar pra dar certo)Rodado até demais

P.Carneiro -- Sacana de 1º(no mau sentido) uma lástima

M.Guimaraes -- o continuismo do continuismo por cima do continuismo!!

Vamos agora pra Pituaçu reformado e esquecer de tudo ( o brasileiro é assim)
Fora Corja, queremos mudança e não essa porcaria q aconteceu ontem! Quando lembro do meu time da me dando um nojooooo

Igor

Anônimo disse...

bem colocado Igor. Essas são as mudanças prometidas?

Inocêncio disse...

EU ACREDITO!!!!!

11 de Dezembro de 2008 - Dia da redenção tricolor!!!

VIVA O NOSSO NOVO TIMONEIRO!!!!!! Agora cabe a todos nós apoiar o consenso em torno do nome de Marcelinho!!!!

Um jovem honesto, íntegro, religioso e de bom coração; um excelente pai, filho, irmão; um parlamentar de destaque, que honra o mandato e o nome do nosso estado!

É do consenso em torno de Marcelinho que surgirá a redenção de nosso Bahia!

CONSEGUIMOS FINALMENTE TIRAR TODA A CORJA QUE CHUPAVA O SANGUE DE NOSSO BAHIA!!!

Anônimo disse...

esse inocêncio, tem tanta graça qto o "zorra total"...

Anônimo disse...

Ele é tão ridículo que já perdeu até a graça. Sai daí seu idiota Inocencio

Anônimo disse...

MGF não poderá vacilar com os novos profissionais contratados e é bom que forme um bom setor jurídico pois os nomes que aí estão não trabalham por caridade se não receberem seus salários colocaram o ECBahia na justiça sem dó nem piedade veja o exemplo de PC após sua saída do lixão!!!!Acabou a era dos abnegados, estagiários e freelance.

Eudaldo disse...

A questão é, se o objetivo desta nova diretoria tem algo em comum com os anseios de quem "simplesmente" ama um clube. Acredito que o intento seja "acabar o serviço", negociar o que for preciso para "zerar" as dívidas com os "abnegados", tentar a todo custo, mesmo com a contratação de que sempre desdenhou e menosprezou o ECB, para garantir o mínimo de qualidade, fundamentando ainda mais a tese do : "Nosso grupo só e mais ninguém, antes um inimigo que queira se locupletar e consolidar vinganças pessoais conosco em silêncio, do que um tricolor que discorde de qualquer procedimento ilícito e venha a ligar algum ventilador.!"
É triste deplorável e quase irreversível a nossa condição atual. Pelo menos em tempos passados sofríamos com os desmandos nas mãos de tricolores que jurávamos amar o clube, agora, temos duas opções distintas, poderemos chorar nas mãos de quem não tem o mínimo de sintonia, apreço, história ou mesmo a mínima simpatia pelo objeto gerido. Ou vibrar contidamente, com resultados que por melhores que sejam, foram ainda assim, produzidos por representantes infiéis das hostes inimigas e que o objetivo maior destes não é o engrandecimento do tricolor e sim negar o ostracismo ao qual foram impostos.
Triste fim. A mim me cabe, além de reivindicar o clube para 2011, observar temeroso e silente a possibilidade de que 2011 seja tarde demais. Tarde para reencarnar aquele frenesi apaixonante que este clube sempre nos proporcionou. Vibração também perdida e inalcançável para os nossos sucessores. O silêncio pode ser o pior castigo para o nosso time, Imaginem uma vitória retumbante do tricolor sobre o rival, sendo comemorada efusivamente pelos microfones por PC, destilando a vingança dos seus desafetos rubro-negros. Será vitória de quem? Enquanto isso novas gerações de torcedor não serão formadas. Lembremo-nos grandes clubes começaram por cisões, o nosso é um deles. Definitivamente o cenário e desolador .
chico filho

tiago disse...

Esta corja que continua no poder no Bahia, esta trabalhando com a premissa que o Bahia em 2009 vai se tornar um time ganhador. Pode ser. E se não for assim? A revolta da torcida vai ser 100 vezes pior que deste ano, porque a paciencia da torcida com eles acabou. A aposta de Jalequinho Jr. é muito alta.Coisa de gente desesperada.E este negocio de Paulo Carneiro não vai dar certo de jeito nenhum.Eles estão acabando com o Bahia, mas vão pagar por isto.

Danilo disse...

Eu não tenho muito a dizer, mas eu não acredito piamente no ditado: "Filho de peixe, peixinho é!"

Infelizmente ele carrega o carma do Pai que já sabemos, não vale a comida que come e ainda é apoiado por todos outros que demonstraram ser incompetentes na direção do nosso time do coração. Porém, acredito que todos devem ter uma chance de trabalhar e mostrar pra que veio.

Eu prefiro dar um voto de confiança.
E que Deus nos ajude.

Anônimo disse...

Sou esperançoso e tenho o futebol como paixão mas não esqueço que esse esporte é acima de tudo diversão.Não acho deva ser encarado com tanta melancolia e pessímismo ,analisei as suposta contratações do MGF e as considero coerente com a atual situação do tricolor.

1- Precisamos de um diretor de futebol c/experiência,conhecimento do futebol nordestino,e com qualidade no que faz (comprovada) ,PC responde a essa necessidade(lembrem-se)ele será diretor de futebol remunerado e não presidente do ECBahia ,pelo menos conhece a história e toda a situação do clube tem que sair do ostracismo assim como nosso clube.Lembrem-se que ele além de tirar o rival do porão do futebol trouxe as melhores contratações do futebol baiano nos últimos 10 anos enquanto os nosso dirigentes tentando imitar trouxeram bondes em fim de carreira.

2-Newton Mota pode possuir caratér duvidoso no entanto é bom no que se propõe a fazer também será remunerado.

3-Gallo é um técnico da nova geração antenado com a evolução do futebol dentro de campo e com boa aceitação na mídia nacional.

4-MGF poderá sobre pressão tentar agradar nós torcedores e definitivamente poderá impor a tão desejada eleição direta p/o seu sucessor.

A torcida resta torcer e apoiar pois já estamos a 07 anos nessa situação e acho que essa equipe que ele está montando tem o perfil que atende as necessidade do clube nesse momento.Resta a oposição preparar(no futebol nacional e internacional) uma equipe administrativa nos próximos 03 anos para aí sim substituir o continuísmo.