terça-feira, 30 de setembro de 2008

VIVA A TORCIDA DO BAHIA!!!!



A torcida do Esporte Clube Bahia é, inquestionavelmente, a mais presente em estádio do Brasil. Os números, ao longo da história, comprovam essa fidelidade facilmente ao ponto de ser respeitadíssima pela imprensa, jogadores, cartolas, etc...
Para desespero da fiel Nação Tricolor, em virtude da tragédia da Fonte Nova, o ano de 2008 foi marcado pela ausência de jogos do Bahia na cidade de Salvador. O Tricolor de Aço mandou suas partidas do Brasileirão no Estádio Jóia da Princesa, em Feira de Santana.
Até a 28ª rodada da competição, o Bahia encontra-se em 12º lugar na lista das maiores médias de público, com uma média de 3.715 pagantes por jogo. É claro que é uma posição desconfortável para quem sempre ocupou destaque nacional, mas considerando-se a falta de um local para jogar em sua cidade, a colocação torna-se até surpreendente.


Clique na imagem para ampliá-la

O Corinthians, como era de se esperar diante da situação atípica do Bahia, é o líder absoluto. Porém, o que mais surpreende é a baixa média do time paulista, com apenas 21.596 pagantes por jogo. Isso demonstra que a torcida do Bahia seria, mais vez, a primeira.
Só para se ter uma idéia, em 2007, em plena Série C, a média de público do Bahia foi de 40.410 paganetes por jogo, a maior do Brasil em todas as divisões...

Isso nos remete a um questionamento que tem que ser feito AGORA: Qual deve ser a capacidade de público para a NOVA FONTE ?

5 comentários:

silvano rios disse...

Isso é incontestável. Agora devemos e temos obrigação já que somos a maior torcida do Brasil em presença em estádio, cobrar saída desses fdp logo, arrancar esses porras da diretoria. Como torcida pequenas de tantos times conseguem expulsar as diretorias e nós, uma nação dessa fica postergando a nossa obrigação?! Vamos Arrancar essa merda que "dirige" o Bahia, nossa obrigação, chega de humilhação!

Silvano Rios.

Dalmo Carrera disse...

Isso Silvano. Além de incontestável na sua lealdade ao clube, reputo ser a torcida do Bahia como a única responsável pelo clube ainda existir, somos a sobrevida que ainda sustenta o Bahia de pé, até mesmo quando os dirigentes o colocam de joelhos através das constantes humilhações, das freqüentes goleadas, dos sucessivos rebaixamentos e as conhecidas trapalhadas, seja no atacado, seja no varejo. No dia que ela perder a força, as luzes se apagam de vez. Mas não sei de onde, ou como, tenho esperança que esse pessoal se pique do Bahia. Uma miseria desta não pode ser pela vida inteira.

Anônimo disse...

Apoiado!
A torcida do Bahia é incontestável em tamanho e amor ao time, mas ´pe passiva e aceita essa corja há tanto tempo.

Anônimo disse...

A torcida do Bahia tem juizo mole, lelé.

Anônimo disse...

Qual é o macho que vai encarrar a diretoria perpétua do Bahia? As ofertas de conchavos sempre prevaleceram