sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

Últimas notícias...





CASO VAMPETA

A mãe do jogador Vampeta saiu em defesa do filho e disse que Vampeta foi "cobrar uma dívida" de um apartamento que ele não pagou o aluguel (Ah, pessoal... quer dizer que o problema foi esse... mexa com qualquer coisa, menos com o dinheiro do aluguel...).

O amigo, e capetinha, Edilson colocou lenha na fogueira e disse que o Goleiro Marcelo ficava mandando torpedo pra mulher de Vampeta...

Já o advogado de Vampeta, falou que houve apenas "uma troca de empurrões entre ele e o "colega"... ("colega" é ótimo... uauhauha);

VENDA DE INGRESSOS
A torcida tricolor já pode garantir seu ingresso para a partida contra o Atlético de Alagoinhas, na próxima quarta-feira. A venda começou hoje, sexta-feira, na Sede de Praia da Boca do Rio e nas bilheterias do Estádio de Pituaçu, das 09h00 às 17h00. Só serão vendidos ingressos de meia entrada, no valor de R$20,00.

O torcedor tricolor também pode adquirir seu ingresso pela internet, no site http://www.futebolcard.com.br/.

Para esta partida, haverá ingressos de cadeira, ao valor de R$40,00 (meia).
VAMOS BATER O RECORDE DE PÚBLICO GALERA TRICOLOR!!!!

FUTEBOL
Além da regularização do zagueiro Rogério Correia e da volta do volante Thiago Carpini aos treinos físicos (após lesão no braço, ele deve voltar aos gramados em abril) a novidade no futebol do Bahia foi um jogo treino ontem à tarde, entre os jogadores reservas do Bahia e o time júnior do clube.
A atividade terminou empatada por 1 a 1, com gols do atacante Eraldo para os profissionais e do atacante Daniel para a o júnior.

9 comentários:

Anônimo disse...

Não tenha dúvida que a nação tricolor estará no pituaço. Vale aqui lembrar, todos querem conhecer e jogar por que sabem que lá é casa cheia e isso incomoda - e muito, a trupe de canabrava. Quanto a agressão ao nosso goleiro-ricardão por que não fez isso no tempo certo, ainda lá em S.Paulo?
Efeito retardado? Ah, já sei...
Tá chegando o carnaval, o bloco dos cornos, do garcia tá precisando de associado, logo: MAIS UM TIPO IRADO DE CORNO: O CORNO RETARDADO (rsrsrs)

Mônica disse...

Covardia! Agredir uma pessoa acompanhado de capangas armados para intimidar outros que por ventura tentasse ajudar a “vítima” isso é o quê? Ainda dizer que foi briga de homem pra homem? Ah, por favor!
Sozinho ele faria isso? Pra quem bate em mulher e vira caso de polícia... vergonhoso e lamentável... como também lamentável setores da imprensa esportiva que tentam defende-lo de forma cínica e provinciana. Me poupem!!!

Anônimo disse...

Essa imprensa baiana é totalmente provinciana e bajuladora ,mais RICARDO pode jogar tranquilo pois o corno do vampeta vai ficar perto dos bufalos chifrudos lá pras banda de mato grosso com seu chifre postiços,ver se leva edilson tambem pra dormirem juntos.....o GAY e o BOFE,,,,,,,,,

Tiago Enrique disse...

Eu achei melhor esta venda de ingressos pela internet.

Dalmo Carrera disse...

Pedro.

Te mandei um e-mail pedindo uma orientação que preciso e creio que pode me ajudar

Dalmo Carrera disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Dalmo Carrera disse...

Monica.

As pessoas não podem ser tão cruéis assim. Primeiro lugar. Os jovens que comparecem ao hotel, apenas acompanhavam o Vampeta para dá garantia legal e numérica ao bafafá, era preciso que o combate tivesse o maximo de lisura e transparência para que não restasse dúvida quanto ao resultado final, entende? Fora isto, pelo adiantado das horas, não havia disponível na cidade um mediador independente de plantão que pudesse atender o chamado com a urgência que o caso requeria. Prudente, o Vampeta tomou essa providencia e não deve ser condenado


Segundo lugar. Imprensa. Não se trata de defesa do jovem Vampeta, o que se viu e se vê, é o cooperativismo masculino falando alto e forte pelas ondas médias e curtas das rádios FM ( bocão) Ali todos, ou quase todos já tiveram seu dia de Vampeta.

Quem não foi Vamp seguramente teve um Marcelo na sua vida, então, aproveita-se do momento propícios e usando da forma sorrateira e aparentemente impessoal, defende-se o Vampeta, mas no fundo estão defendendo a si próprios numa espécie de tentativa de bloquear o passado, quando não, ir a uma desforra imaginaria de providencias que não tomou na sua ocasião. Entende? E olha que isto não é psicologia da Boite Quéops, local que inclusive freqüentei antes da salvação definitiva (rs) que fica ou ficava no mesmo hotel onde Vampetinha machucado e humilhado e sem nenhum poder de compreensão atirou no ventilador o que só os vizinhos sabiam.

Ainda contra tudo e todos, manifestos aqui no Sempre-Bahia, meus sinceros votos de solidariedade ao Vampeta.

Mônica disse...

Hahaha...
Dalmo,
PERFEITA a sua retórica!!!! Agora é que entendi os "meros espectadores-capangas" ali acompanhados do nosso "corajoso" conterraneo: "...era preciso que o combate tivesse o maximo de lisura e transparência para que não restasse dúvida quanto ao resultado final...". Como não tinha sacado isso antes? Sorry!! (Esse "sorry" como desejando um dia ser sua discípula...rsrsrs).
Sobre a nossa imprensa 'cínica e provinciana' destaco esse seu trecho como IMPECÁVEL: "...aproveita-se do momento propício e usando da forma sorrateira e aparentemente impessoal, defende-se o Vampeta, mas no fundo estão defendendo a si próprios numa espécie de tentativa de bloquear o passado, quando não, ir a uma desforra imaginaria de providencias que não tomou na sua ocasião..."
BRILHANTE a sua escrita!! Estou encantada!

Mônica disse...

Dalmo...
Ah, sobre a boite Quéops... que saudade, hein?? rs